15 dicas volta às aulas

Reunimos 15 dicas sábias que vão ajudar nesse momento escolar de adaptação e readaptação dos filhos…

1- CONTROLE ANSIEDADE: Perceba que a nossa ansiedade como pais nesse momento de recomeço vai refletir diretamente no comportamento dos nossos filhos. Lembre-se que o primeiro espelho do filho é o rosto da mãe e do pai.

2- ZONA DE CONFORTO: É benéfico todo começo ou recomeço de algo importante na vida. Faz bem tirar nossos filhos e nós mesmos da zona de conforto.

3- CREDIBILIDADE: Confie na escola que escolheram para dar seguimento à educação dos filhos. Ela está preparada, junto com sua equipe, para esse momento de adaptação. São especialistas nisso e sabem como agir em momentos de choro e insegurança das crianças.

4- ADAPTAÇÃO: As crianças tem um alto poder de adaptação, superando os adultos nesse quesito. Isso nos dá um grande conforto e afasta a sensação de culpa, afinal, eles vão passar por isso do jeitinho deles e podem ainda nos surpreender.

5- INDEPENDÊNCIA: Evite exagerar nas despedidas na porta da escola. E se seu filho der tchau e virar as costas para você, sinta-se realizado, pois nossa grande missão é criar filhos autônomos, autoconfiantes e inteligentes emocionalmente.

6- PRESENÇA: Risque sua agenda, inclua no seu planejamento de trabalho se dedicar 1 a 2 semanas ao período de adaptação dos filhos, ficando a disposição na escola (sala, recepção ou por perto) até o momento de ser dispensada pela professora. Não terceirize esse serviço.

7- REGULARIDADE: Não deve-se faltar nenhum dia de aula pois a regularidade contribui para o costume da criança com a nova rotina.

8- OBJETO PESSOAL: Caso seu filho peça para levar, ou você perceba necessidade – algum objeto que ele adora (chupeta, paninho, travesseirinho, etc), permita nesse momento, eles darão segurança e já já serão descartados pelas próprias crianças.

9- RESPEITO E PACIÊNCIA: Respeite seu pequenino, caso algum dia queira ir embora ou não entrar na escola, deve reagir com afeto e tolerância, não cabe castigo nem punição, cuidado para não traumatizar.

10- MUDANÇAS: Não faça mudanças bruscas nesse período, como tirar chupeta ou fralda, viajar ou mudar de casa. Uma coisa de cada vez e tudo tem seu tempo certo para acontecer.

11- PONTUALIDADE: Respeite o horário da chegada e principalmente na hora de buscar os filhos, evite atrasar, isso ajuda no processo de confiança da criança.

12- ROTINA: Principalmente no caso de crianças maiores, converse novamente com seus filhos sobre a importância da rotina, determinando hora de dormir e acordar, estudo, atividades extras e até a hora merecida do ócio. O planejamento do dia a dia familiar ajuda a criança na sua própria organização e autoconfiança.

13- PERGUNTAS: Evite interrogatórios na volta da escola. Espere os filhos falarem espontaneamente, esse momento acontecerá um dia ou outro. Seu filho pode achar que não confiam na escola. Opções: espere uma oportunidade ideal ou procure tirar suas dúvidas e perguntar à coordenadora.

14- PARTICIPAÇÃO: É fundamental nossa presença em todas as reuniões e eventos escolares, atenção aos comunicados, respostas fundamentadas à questionários e pesquisas, contato frequente pessoalmente, por telefone e email com coordenadores, exposição de nossas críticas construtivas na área de ouvidoria do site do colégio e agendamento de reuniões particulares com equipe de coordenação, psicologia, diretoria e mantenedores sempre que necessário, para comunicar insatisfações e sugerir mudanças.

15 – CONSELHO: Por último, um conselho que dou, de quem já passou por começos 3 vezes e até hoje ainda passa por recomeços do trio na escola: tudo isso faz parte, é um grande aprendizado, fiquem tranquilos, vai dar certo, só ter confiança na escola e paciência para transpor essa fase com sabedoria.

Referência: http://www.life4moms.com